janeiro 06, 2008

post de mesura póstuma a Luís Pacheco


Puta
Cu (s)

Pariu

----------------------------------------------------------------------------------


Luiz Pacheco
- portal oficial não-oficial
-
clicar aqui

link gentilmente enviado por Mena G (arrabisca):

3 comentários:

Mena G disse...

Num minimo, um irreverente a nunca esquecer...
Pensava que, por aqui, só eu me lembraria deste "maldito"...

Mandei-te um gmail.
Espreita.

"Tou-te a gostar de que ta pões a fazer."
Tradução: Gosto do que te propões a fazer.
Fazes mais?

Vieira Calado disse...

Boa!
Onde foste buscar a foto?

Armindo G disse...

Luiz Pacheco
É bom recordar esse "gajo" de primeira ordem.
Fui procurá-lo no meu banco de memórias.
Um iconoclasta, pertinazmente relapso e resistente(linguagem para intelectuais)
Disse me um dia(e eu escrevi na contracapa de Asi Habló Zaratustra),que a "poesia e a prosa deviam reforçar uma linha de acção". À tempos li qualquer coisa sobre o Dadaísmo, e pensei nele. Um episódio passado com ele.
O café Marinho na praça da Música(lugar onde se passou a minha Lenga-Lenga), era lugar de encontro de; pintores,professores,músicos,poetas e escritores, pseudo-intelectuais,revolucionários, bébados e tolos.Belos tempos...
Um dia o Marinho fechou a tasca lá para as quatro da matina e eu, o Luiz(que dormia na casa do Rijo) e o Zé Rijo, fomos por aí arriba na direcção da igreja de S.Sebastião. Chegados à casa do
Rijo, este convidou-me para um café, porque tinha comprado uma maquineta de fazia um café de saco, de sonho.
Estava eu e o Luiz desfolhando umas revistas, quando ouvimos o Zé à rasca pelas escadas, a borrar-se todo pelas calças abaixo e pelos sapatos. Claro que tivemos de o ajudar na lavagem e o café foi-se. Fiquei uma semana com o perfume do aromático creme nas ventas.

O Luiz tinha cá um "pó" ao Mário Soares!? Dizia que ele era o mais mentiroso de todos os portugueses.

Bom que ele encontre o Rijo lá em cima e bebam uns copos e que a mãe natureza faça nascer mais Luiz Pachecos.
ZÉ o teu blog tá bom. É como o jazz, poucas notas mas boas.
Um abraço.

*tens de me dizer quem é o The OldMan, parece-me mais um "inteligente"
Isto é de um gajo se cagar a rir. Viva a net...